Tax Free na Europa: Como funciona


Todos os cidadãos europeus têm direito a restituição do VAT, um imposto que é pago pela população e convertido para o bem estar deles, mas como nós não moramos lá e não recebemos os benefícios deste imposto não precisamos pagá-lo! Resumindo, o Tax Free é a isenção do imposto IVA (imposto sobre valor acrescentado) concedido a quem está apenas visitando a União Europeia!

Mas vamos com calma! Esse recurso não dá para ser utilizado em todos os gastos da viagem como alimentação, táxi, hotel e assim por diante, pois o principal objetivo desse benefício é incentivar a exportação. Então, ele só pode ser utilizado em mercadorias compradas para uso pessoal, valendo para aquela bolsa de marca europeia, cosméticos, roupas e acessórios! O que já é uma beleza, não é mesmo?


Outro detalhe importante a se ressaltar é que cada país tem um valor mínimo de compras por dia ou por loja para poder fornecer o Tax Free, por exemplo, em Roma é 155 euros e em Paris é 175 euros. E o tax refund é feito apenas no seu último destino no aeroporto onde pegarás o seu voo de volta, então você passará por quantas cidades forem e só no fim é que precisará fazer todo o processo.


Há certas regras também para conseguir retirar o tax refund. Sempre que for fazer compras em uma loja na hora do pagamento apresente seu passaporte e solicite pelo reembolso. Neste momento o vendedor lhe entregará um envelope com o formulário e perguntará como deseja recebê-lo, que pode ser no aeroporto ou via depósito de crédito no cartão (que geralmente demora uns 3 meses e por isso acaba a maioria optando por retirar no aeroporto). Então, não esqueça: cada compra, em cada loja, um formulário.


Na hora de passar pelas autoridades aduaneiras e receber o carimbo de validação, apresentem as mercadorias acompanhadas de nota fiscal, os formulários preenchidos e o passaporte. Um conselho que damos é chegar com antecedência no aeroporto, pois não se sabe o tamanho que estará à fila da alfândega e geralmente ela não é pequena! Então, previna-se! Imagina todo esse trabalho em todas as lojas para no final não conseguir retirar. Não seria muito agradável, concordam?


E para os que estão pensando a essa altura, vale a pena todo esse empenho? Dependendo o valor gasto vale sim! Em cada país muda a porcentagem que o turista consegue reaver, geralmente variando de 12% a 14%. Então se gastar 500 euros, no mínimo, recebe-se de volta 60 euros que convertidos em reais, no câmbio que está no momento, já é uma boa economia.



Krystal.

#taxfree #europa

57 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo